Quatro amigos de São Paulo se juntaram para criar a banda de rock experimental Inverness. O nome veio de um sonho, tema que é recorrente nas composições do grupo. A formação conta com dois guitarristas e também vocalistas (Lucas e Mateus), um baixista (Flávio) e um baterista (Márcio), adicionados de muitos samples e pedais que promovem efeitos especiais em cada música, dessa forma inovando o cenário musical brasileiro. Já possuem um álbum gravado - "Forest Fortress", de 2009 - e atualmente estão rumo ao lançamento de seu segundo trabalho: "Somewhere I Can Here My Heart Beating". Apesar de compor somente em inglês, a banda usa elementos da música brasileira de forma variada e inovadora. Suas influências vão da MPB ao Indie Rock, e as variedades musicais são percebidas ao ouvir as composições. Relacionados não só com a música, mas com as artes em geral, o Inverness trabalha em diversos projetos culturais e apoiaram a organização de festas e exposições pela cidade de São Paulo, como os projetos Ego Tripping e Beco da Arte. Para complementar essa veia artística, na véspera de natal distribuíram seus CDs pelas árvores da avenida Paulista, para agradecer o apoio de seus fãs. O ÁLBUM "A ideia talvez seja realmente a de transmitir um local em que possamos ouvir a sonoridade de nossos órgãos, um local em que possamos encontrar um abrigo da vida cotidiana", diz um dos integrantes da banda Inverness em entrevista sobre o lançamento de seu novo disco. Se no álbum de estreia, "Forest Fortress", os artistas exploraram a relação entre as estruturas de concreto de uma metrópole e a natureza, agora o que se procura é construir um outro espaço e uma outra forma de sentir a própria vida. Os fãs, por sinal, já podem ter um gostinho do que vem por aí a partir do primeiro single recém-lançado, Cloud Liquor, que conta com videoclipe dirigido por André Vicentini. Em seu novo trabalho, "Somewhere I Can Hear My Heart Beating", o grupo continua experimentando as estruturas da música Pop em suas composições, mas agora a mergulham em outras influências e texturas. A música brasileira, por exemplo, é percebida com mais vigor e é mesclada aos timbres de sintetizadores e guitarras obtidos durante um ano de trabalho – tempo decorrido entre composição e gravação. Tudo foi feito de maneira bem diferente das gravações do primeiro disco: a maior parte da produção foi feita na casa dos próprios membros da banda e muito pouco tempo foi passado dentro de estúdios. O álbum também conta com participação de Sabine, vocalista da banda Jennifer Lo-fi, que assume os vocais da faixa Inside Diamonds. Publicação Oficial @ site do Psicotropicodelia Music INVERNESS: Site Oficial"> Quatro amigos de São Paulo se juntaram para criar a banda de rock experimental Inverness. O nome veio de um sonho, tema que é recorrente nas composições do grupo. A formação conta com dois guitarristas e também vocalistas (Lucas e Mateus), um baixista (Flávio) e um baterista (Márcio), adicionados de muitos samples e pedais que promovem efeitos especiais em cada música, dessa forma inovando o cenário musical brasileiro. Já possuem um álbum gravado - "Forest Fortress", de 2009 - e atualmente estão rumo ao lançamento de seu segundo trabalho: "Somewhere I Can Here My Heart Beating". Apesar de compor somente em inglês, a banda usa elementos da música brasileira de forma variada e inovadora. Suas influências vão da MPB ao Indie Rock, e as variedades musicais são percebidas ao ouvir as composições. Relacionados não só com a música, mas com as artes em geral, o Inverness trabalha em diversos projetos culturais e apoiaram a organização de festas e exposições pela cidade de São Paulo, como os projetos Ego Tripping e Beco da Arte. Para complementar essa veia artística, na véspera de natal distribuíram seus CDs pelas árvores da avenida Paulista, para agradecer o apoio de seus fãs. O ÁLBUM "A ideia talvez seja realmente a de transmitir um local em que possamos ouvir a sonoridade de nossos órgãos, um local em que possamos encontrar um abrigo da vida cotidiana", diz um dos integrantes da banda Inverness em entrevista sobre o lançamento de seu novo disco. Se no álbum de estreia, "Forest Fortress", os artistas exploraram a relação entre as estruturas de concreto de uma metrópole e a natureza, agora o que se procura é construir um outro espaço e uma outra forma de sentir a própria vida. Os fãs, por sinal, já podem ter um gostinho do que vem por aí a partir do primeiro single recém-lançado, Cloud Liquor, que conta com videoclipe dirigido por André Vicentini. Em seu novo trabalho, "Somewhere I Can Hear My Heart Beating", o grupo continua experimentando as estruturas da música Pop em suas composições, mas agora a mergulham em outras influências e texturas. A música brasileira, por exemplo, é percebida com mais vigor e é mesclada aos timbres de sintetizadores e guitarras obtidos durante um ano de trabalho – tempo decorrido entre composição e gravação. Tudo foi feito de maneira bem diferente das gravações do primeiro disco: a maior parte da produção foi feita na casa dos próprios membros da banda e muito pouco tempo foi passado dentro de estúdios. O álbum também conta com participação de Sabine, vocalista da banda Jennifer Lo-fi, que assume os vocais da faixa Inside Diamonds. Publicação Oficial @ site do Psicotropicodelia Music INVERNESS: Site Oficial"> Quatro amigos de São Paulo se juntaram para criar a banda de rock experimental Inverness. O nome veio de um sonho, tema que é recorrente nas composições do grupo. A formação conta com dois guitarristas e também vocalistas (Lucas e Mateus), um baixista (Flávio) e um baterista (Márcio), adicionados de muitos samples e pedais que promovem efeitos especiais em cada música, dessa forma inovando o cenário musical brasileiro. Já possuem um álbum gravado - "Forest Fortress", de 2009 - e atualmente estão rumo ao lançamento de seu segundo trabalho: "Somewhere I Can Here My Heart Beating". Apesar de compor somente em inglês, a banda usa elementos da música brasileira de forma variada e inovadora. Suas influências vão da MPB ao Indie Rock, e as variedades musicais são percebidas ao ouvir as composições. Relacionados não só com a música, mas com as artes em geral, o Inverness trabalha em diversos projetos culturais e apoiaram a organização de festas e exposições pela cidade de São Paulo, como os projetos Ego Tripping e Beco da Arte. Para complementar essa veia artística, na véspera de natal distribuíram seus CDs pelas árvores da avenida Paulista, para agradecer o apoio de seus fãs. O ÁLBUM "A ideia talvez seja realmente a de transmitir um local em que possamos ouvir a sonoridade de nossos órgãos, um local em que possamos encontrar um abrigo da vida cotidiana", diz um dos integrantes da banda Inverness em entrevista sobre o lançamento de seu novo disco. Se no álbum de estreia, "Forest Fortress", os artistas exploraram a relação entre as estruturas de concreto de uma metrópole e a natureza, agora o que se procura é construir um outro espaço e uma outra forma de sentir a própria vida. Os fãs, por sinal, já podem ter um gostinho do que vem por aí a partir do primeiro single recém-lançado, Cloud Liquor, que conta com videoclipe dirigido por André Vicentini. Em seu novo trabalho, "Somewhere I Can Hear My Heart Beating", o grupo continua experimentando as estruturas da música Pop em suas composições, mas agora a mergulham em outras influências e texturas. A música brasileira, por exemplo, é percebida com mais vigor e é mesclada aos timbres de sintetizadores e guitarras obtidos durante um ano de trabalho – tempo decorrido entre composição e gravação. Tudo foi feito de maneira bem diferente das gravações do primeiro disco: a maior parte da produção foi feita na casa dos próprios membros da banda e muito pouco tempo foi passado dentro de estúdios. O álbum também conta com participação de Sabine, vocalista da banda Jennifer Lo-fi, que assume os vocais da faixa Inside Diamonds. Publicação Oficial @ site do Psicotropicodelia Music INVERNESS: Site Oficial" /> Quatro amigos de São Paulo se juntaram para criar a banda de rock experimental Inverness. O nome veio de um sonho, tema que é recorrente nas composições do grupo. A formação conta com dois guitarristas e também vocalistas (Lucas e Mateus), um baixista (Flávio) e um baterista (Márcio), adicionados de muitos samples e pedais que promovem efeitos especiais em cada música, dessa forma inovando o cenário musical brasileiro. Já possuem um álbum gravado - "Forest Fortress", de 2009 - e atualmente estão rumo ao lançamento de seu segundo trabalho: "Somewhere I Can Here My Heart Beating". Apesar de compor somente em inglês, a banda usa elementos da música brasileira de forma variada e inovadora. Suas influências vão da MPB ao Indie Rock, e as variedades musicais são percebidas ao ouvir as composições. Relacionados não só com a música, mas com as artes em geral, o Inverness trabalha em diversos projetos culturais e apoiaram a organização de festas e exposições pela cidade de São Paulo, como os projetos Ego Tripping e Beco da Arte. Para complementar essa veia artística, na véspera de natal distribuíram seus CDs pelas árvores da avenida Paulista, para agradecer o apoio de seus fãs. O ÁLBUM "A ideia talvez seja realmente a de transmitir um local em que possamos ouvir a sonoridade de nossos órgãos, um local em que possamos encontrar um abrigo da vida cotidiana", diz um dos integrantes da banda Inverness em entrevista sobre o lançamento de seu novo disco. Se no álbum de estreia, "Forest Fortress", os artistas exploraram a relação entre as estruturas de concreto de uma metrópole e a natureza, agora o que se procura é construir um outro espaço e uma outra forma de sentir a própria vida. Os fãs, por sinal, já podem ter um gostinho do que vem por aí a partir do primeiro single recém-lançado, Cloud Liquor, que conta com videoclipe dirigido por André Vicentini. Em seu novo trabalho, "Somewhere I Can Hear My Heart Beating", o grupo continua experimentando as estruturas da música Pop em suas composições, mas agora a mergulham em outras influências e texturas. A música brasileira, por exemplo, é percebida com mais vigor e é mesclada aos timbres de sintetizadores e guitarras obtidos durante um ano de trabalho – tempo decorrido entre composição e gravação. Tudo foi feito de maneira bem diferente das gravações do primeiro disco: a maior parte da produção foi feita na casa dos próprios membros da banda e muito pouco tempo foi passado dentro de estúdios. O álbum também conta com participação de Sabine, vocalista da banda Jennifer Lo-fi, que assume os vocais da faixa Inside Diamonds. Publicação Oficial @ site do Psicotropicodelia Music INVERNESS: Site Oficial">
Somewhere I Can Hear My Heart Beating Jamendo Music album cover
Album

Somewhere I Can Hear My Heart Beating